Foto: Taxação no AliExpress: Como Afeta o E-commerce Brasileiro
Voltar

Taxação no AliExpress: Como Afeta o E-commerce Brasileiro

Você já ouviu falar sobre a taxação no AliExpress? Essa é uma mudança que está causando muita discussão e debates acalorados no cenário do e-commerce brasileiro.

Entender as implicações dessa taxação é fundamental para todos que estão envolvidos no comércio internacional e desejam saber o que está por vir.

Recentemente, o governo federal implementou o programa Remessa Conforme em resposta a pressões de diversos empresários.

Esse programa visa regulamentar a taxação na hora da compra de produtos internacionais em plataformas como o AliExpress. Desde o último domingo, dia 15 de outubro de 2023, as mudanças entraram em vigor.


Assista conteúdo rico no nosso canal do Youtube


Detalhando como funciona

Compras de até R$ 250 (cerca de 50 dólares) agora são isentas do imposto de importação.

Para compras com valores inferiores a esse limite, será aplicada apenas a taxação do ICMS, correspondendo a 17% do valor total.

No entanto, todas as encomendas da plataforma que ultrapassam os 50 dólares serão taxadas com ICMS e imposto de importação, totalizando 60% de tributação.

Essa alteração trouxe mais transparência para o consumidor. Agora, ao clicar para comprar um produto no AliExpress, o comprador visualiza a taxa de imposto no carrinho antes de finalizar a compra.


Siga-nos no INSTAGRAM


Como enxergar esse movimento do mercado?

Do ponto de vista do empreendedorismo, essa mudança pode ser vista como uma oportunidade para o Brasil.

A medida incentiva a circulação de dinheiro no país, o que pode levar à geração de empregos e ao crescimento da economia local.

Muitos empresários começam importando produtos de maneira informal e, com o tempo, formalizam seus negócios. Isso pode resultar em mais empregos e no desenvolvimento do setor.

A taxação também pode estimular grandes canais de venda, como o Mercado Livre e a Amazon, a criar programas de proteção de marca para importadores, tornando o ambiente mais favorável para empreendedores que desejam entrar nesse mercado.


VEJA TAMBÉM: Problemas com o Full


E agora?

É importante ressaltar que, para que essa medida beneficie a todos, é necessário melhorar a carga tributária e criar incentivos adicionais para o empreendedorismo.

O objetivo final é oferecer produtos de qualidade a preços mais acessíveis, gerar empregos e impulsionar a economia do país.

 

Para acessar todo o conteúdo e informações detalhadas, assista ao vídeo completo clicando no link abaixo:

 

Começa com a simplicidade de uma escolha. A força de uma decisão.

[mc4wp_form id="155"]

Você também vai gostar desses conteúdos

As novas taxas da Shopee

Não faz muito tempo que a Shopee chegou no Brasil,…

Ver mais

Como resolver problemas com fluxo de caixa

Quando iniciamos um negócio, uma das principais dores que quase…

Ver mais

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.