Foto: Mercado Livre e Shopee podem acabar com seu negócio
Voltar

Mercado Livre e Shopee podem acabar com seu negócio

Mercado Livre e Shopee podem acabar com seu negócio sim e não é exagero pensar dessa maneira. Nos últimos meses, várias situações envolvendo os marketplaces, principalmente Mercado Livre e Shopee causaram preocupação para os lojistas que utilizam esses canais de vendas.

Nós do Ecommerce Puro sabemos bem o nível de dificuldade que os lojistas enfrentam com os marketplaces e como situações adversas podem ser prejudiciais à vida de seus respectivos negócios. Sendo assim, separamos 4 dicas essenciais para que você consiga manter seu ecommerce livre de armadilhas, confira.

Entendendo o problema com Mercado Livre e Shopee

Nos últimos meses, acompanhamos casos complicados envolvendo lojistas e marketplaces, mais precisamente Mercado Livre e Shopee. Alguns deles com potencial de acabar com negócios que levaram tempo para serem criados. Dois exemplos são as mudanças de regras dos marketplaces e erros na cobrança do frete.

As mudanças de regras acontecem do nada, sem aviso prévio e podem acontecer em qualquer modalidade ou serviço que o marketplace oferece. Mudanças no mercado full e mudanças na cobrança do comissionamento são as que acompanhamos mais de perto e forçaram alguns alunos nossos a mudar de nicho e alterar seus modelos de negócios de maneira abrupta. 

os erros na cobrança do frete foram mais recentes e deixaram vários lojistas iniciantes muito preocupados. Esses erros, às vezes tratados com certa banalidade por parte do marketplaces, podem quebrar um negócio e frustrar os sonhos de várias famílias que depositam sua confiança no bom funcionamento desses canais de venda.


Inscreva-se em nosso canal no Youtube


Siga-nos no Instagram


Alguns casos reais que acompanhamos envolvendo Mercado Livre e Shopee

Durante uma de nossas imersões, evento destinado a lojistas que buscam aprofundar experiências e networking, um dos alunos relatou que estava com problemas, devido a uma mudança de regra no Mercado Livre, mais precisamente aos itens vendidos no supermercado.

No caso dele, o Mercado Livre alterou as regras do supermercado e restringiu as vendas nessa modalidade apenas a um grupo seleto de lojistas, ou seja, do dia para noite, toda a estrutura construída por esse lojista foi por água abaixo.

Com muito trabalho, esforço e planejamento, conseguimos auxiliá-lo em uma mudança de modelo de negócios e seu ecommerce continua vivo, mas essa realidade não é comum a todos e muitos acabam ficando pelo caminho.

Outro caso foi com a Shopee que recentemente deixou vários lojistas na mão com um erro na cobrança dos fretes. Acompanhamos esse caso de perto e aconselhamos alguns alunos nossos em como proceder. Mesmo com algumas ações tomadas pela shopee para resolver a situação, o estrago já estava feito e não será fácil recuperar o tempo perdido.

O que fazer para proteger o seu negócio do Mercado Livre e Shopee

Para combater as deficiências geradas pelos marketplaces, são necessárias algumas mudanças de postura por parte do empreendedor. Confira agora. 

  • Diversifique:

Nunca dependa de um único marketplace. Regras mudam a toda hora e seu negócio não pode estar na dependência de um único canal de vendas. Por isso, aprenda a vender em todos os marketplaces e utilize aqueles que forem mais vantajosos para você no momento, mas sempre atento às atualizações dos novos canais. Assim quando um canal que você não está utilizando no momento se tornar vantajoso, você terá a agilidade necessária para divulgar seus produtos o mais rápido possível.

  • Nunca confie 100% nos marketplaces:

Dando continuidade no tópico anterior, você não deve só diversificar, como nunca confiar 100% nos marketplaces, porque uma hora eles vão falhar. Haverão momentos em que sua conta será bloqueada, os fretes serão calculados de maneira equivocada ou outro problema que foge do seu alcance poderá acontecer e se sua confiança nesses canais de venda for cega a frustração será enorme.

  • Tenha humildade e seja conservador:

Por mais que as vendas estejam bem e que seu relacionamento com os marketplaces esteja maravilhoso, tenha a humildade de adotar posicionamentos conservadores. Esse comportamento vai desde ter os dois tópicos acima como verdade em seus negócios, como investir no seu site próprio e criar uma estrutura independente dos marketplaces, com criação de conteúdo, experiência do cliente e estrutura logística.

  • Estude sempre o cenário:

Por fim, estude sempre todo cenário nacional e internacional do ecommerce e fique atento às movimentações e mudanças que ocorrem. Decisões importantes devem ser tomadas com embasamento e fontes confiáveis e a única forma de conseguir isso é com estudos recorrentes.

Conclusão

Apesar de algumas atitudes lamentáveis por parte de alguns marketplaces, mantenha uma postura cautelosa. A sobrevivência do seu negócio depende exclusivamente de você e quanto mais preparado e protegido das condições adversas que existem você estiver, mais chance de sucesso terá.


Veja também: Experiência do cliente: As 5 melhores ferramentas para ecommerce


Começa com a simplicidade de uma escolha. A força de uma decisão.

[mc4wp_form id="155"]

Você também vai gostar desses conteúdos

Independência no E-commerce

Diversificação no e-commerce tornou-se uma necessidade vital para empreendedores que…

Ver mais

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.